domingo, 29 de abril de 2012

Oficina: MÚSICA CLÁSSICA NA ARTETERAPIA


Data: 05/ MAIO/ 2012 - SÁBADO
Horário: 9h00 às 12h00



                       


Justificativa: Sabendo que alguns pintores, como Pollock e Mathieu, induzem seu gesto criador por meio de ritmos musicais, nesta oficina utilizaremos como ponto de apoio a pesquisa do Professor Emmanuel Bigand, do Instituto de Pesquisa e Coordenação Acústica/Música (Ircam), Paris, e do Laboratório de Estudo das Aprendizagens e do Desenvolvimento (Lead), em Dijon, que pesquisou a organização mental das representações emocionais desencadeadas pela música erudita com músicos e não músicos, e testou as grandes dimensões psicológicas sobre as quais se baseiam, utilizando parâmetros de modo e andamento. Trechos de músicas foram selecionados a fim de desencadear emoções de base (alegria, tristeza, raiva, medo e serenidade), porém fizemos algumas adaptações na metodologia: desmembramos uma música para cada sentimento; acrescentamos uma música para designar o amor; e adicionamos expressões artísticas como desenhos, escultura, colagem, dança após a audição destas músicas, como recursos para que os participantes possam expressar seus sentimentos.

Objetivo: Desencadear emoções de base  - alegria, tristeza, raiva, medo, serenidade, amor com a audição de músicas clássicas, selecionadas por parâmetros de modo e andamento.



Facilitadora: Marcieli Santos

·        Especialização em Arteterapia - Instituto Sedes Sapientiae

·        Bacharel em Comunicação Social - FAAP

·        Pós-Graduada em Marketing - ESPM

·        Especialização em Arte-Reabilitação na AACD

·        Arteterapeuta da  ABADS (antiga Pestalozzi –SP)

·        Realiza Oficinas  “MusiCriArte” para educadores, pais e crianças

·        Pianista e compositora

·        Membro do Conselho Diretor da  AATESP – Associação de Arteterapia do Estado de São Paulo



Local: AATESP - Associação de Arteterapia do Estado de São Paulo
Endereço: Rua Heliópolis, 67, Vila Hamburguesa, São Paulo,
SP - ( Próximo CEAGESP)

Custo: R$ 25,00 (   ) Associados em dia
            R$ 30,00 (   ) Outros ( associados não em dia e outros)

Inscrições: secretaria@aatesp.com.br



Arteterapia com autistas - bolas de cristais

Como estou trabalhando a parte sensório motora dos alunos, sempre estou procurando materias novos, diferentes texturas para eles experienciarem.

 
Materiais:
 Bolinhas de cristais (bolinhas de gel)
caixa de plástico ou de madeira - para manuseio
pote de plástico
garrafinhas plásticas transparente

Objetivo:
As bolinhas foram utilizadas como experimento ou como recurso para tornar viável um experimento.
O objetivo foi criar novas experiências enriquecendo as com novas perspectivas, novos olhares, novas luzes, novos ângulos de visão.
O experimento é sempre uma aventura, uma proposta a ser explorada.



Bolinhas secas


Bolinhas mergulhadas na água


Bolinhas na água para crescer



Bolinhas já crescidas


Observações:
Os alunos com mais comprometimento:
- brincaram com a bolinha na caixa, de um lado para outro e de maneira intensa
- amassaram as bolinhas
- na medida que ia dando os potes menores para pegar as bolinhas com as mãos e misturar na caixa, faziam de forma intensa e rápida ou jogavam o pote com as bolinhas de uma vez só
-jogaram a caixa com as bolinhas no chão e acharam muito engraçado
- exploraram o pote com as bolinhas dentro e balançavam de um lado para o outro
- muita brincadeira

Aluna amassa as bolinhas e dá risada



Aluna gostou de amassar as bolinhas
Aluno tentando amassar as bolinhas




Aluno brinca com as bolinhas no pote















Aluno gosta de balançar apenas o pote

Os alunos com médio comprometimento:
- brincavam lentamente com as bolinhas na caixa
- misturava as cores, aos poucos na caixa
- montaram as garrafinhas



Aluno espalha calmamente e sente o geladinho das bolinhas  


Aluno enche a garrafinha com as bolinhas
Aluno enche a garrafinha


Os alunos com baixo comprometimento:
- colocavam as bolinhas na caixa bem lentamente, uma por uma
- montaram figuras ( círculos, triângulos)  e outros, com as bolinhas na caixa


Aluno arruma as bolinhas
Aluno faz desenho na base utilizando as bolinhas


Aluno ajeita as bolinhas para formar um triângulo
  
Aluno alinha as bolinhas com calma


Foi uma experiência interessante, vou repetir mais vezes com os alunos....

Aviso: faz uma sujeira....   rsrsrsr mas vale muito a pena!!!

sábado, 21 de abril de 2012

Oficina: Recursos práticos em sala de aula

No dia 16 de abril realizei na CEI São Carlos II a oficina " Recursos práticos em sala de aula".


Utilizamos livros de literatura sem texto, com pouco texto , revistas e livros de arte .

As educadoras criaram várias estratégias para apresentar a história como: dramatização, criação de uma história com leitura de imagem , criação de uma história com recortes de revistas, criação de uma paródia com tema do livro, criação de uma história com uma obra de arte do Renoir ... foi muito criativo....e e divertido.




Oficina: Danças circulares para crianças

No dia 13 de abril realizei a oficina " Danças Circulares para crianças" na CEI Recanto Infantil Izabel Mendes de Castro para educadores e apoio.

Dançamos muito. As educadoras e equipe de apoio eram bem animadas...
O repertório foi direcionado para crianças...
Trabalhamos com músicas da Elba Ramalho, Toquinho, Valter Pini e  de alguns  países: Peru, México, Israel e Japão. 











Oficina: Contos de fadas nas diferentes expressões artísticas

No dia 30 de março realizei na Creche São Carlos II a Oficina " Contos de fadas nas diferentes expressões artísticas".

Contos abordados: João e Maria, Pinóquio, Rapunzel, Cinderela, Branca de Neve e os sete anões e Chapeuzinho Vermelho.

Analisamos as características das personagens, objetos significativos da história e os sete pecados capitais inseridos na história.

As educadoras foram super criativas e montaram:
 - Boneco Pinóquio
- Caixa de história do João e Maria
- Dramatização de Rapunzel
- Álbum de história da Cinderela
- Avental do Chapeuzinho Vermelho
- Painel imantado da Branca de Neve e os sete anões











Oficina no Céu Jaçana

No dia 19/04/2012 realizei para a Editora do Brasil uma oficina direcionada à crianças do 1o. ano na Biblioteca do Céu Jaçana.
O convite foi da bibliotecária Marilena Biasoli na SEMANA DE INCENTIVO E ORIENTAÇÃO AO ESTUDO E À LEITURA



Utilizei os seguintes livros da Editora do Brasil:

FOLCLORICES DE BRINCAR


    Autor: NEIDE DUARTE E MÉRCIA MARIA LEITÃO
    Ilustração: IVAN CRUZ
    Segmento: Literatura
    Ano: A PARTIR DO 2º ANO
    ISBN: 9788510046374
    Páginas: 32
    Formato: 2,30 x 2,00 cm
    Disciplina: ARTES
    Assunto: Amizade, arte, folclore, infância, esportes/jogos, poesia.
    Ano de Lançamento: 2009

    Descrição

    As brincadeiras que fizeram parte de tantas infâncias são tão importantes e simbolizam tão fortemente nossa cultura que já são consideradas parte indissociável de nosso folclore. Amarelinha, pião, pula corda e tantas outras são o mote para a arte visual de Ivan Cruz, que, por sua vez, inspirou as autoras Mércia Leitão e Neide Duarte a usarem a arte poética para traduzir em palavras essas nossas folclorices de brincar. Um livro sensível e divertido que alia texto e imagem na valorização do nosso mais autêntico folclore.


RENOIR E A BORBOLETA MARIETA

    Autor: NEIDE DUARTE E MÉRCIA MARIA LEITÃO
    Ilustração: ELLEN PESTILI
    Segmento: Literatura
    Ano: A PARTIR DA EDUCAÇÃO INFANTIL
    ISBN: 9788510047197
    Páginas: 32
    Formato: 23,5 x 22,5 cm
    Disciplina: ARTES
    Coleção: LER ARTE
    Assunto: Arte; cores; infância; poesia.
    Ano de Lançamento: 2009

    Descrição

    O quadro Rosa e Azul do pintor Renoir é a fonte de inspiração para este livro. Contando a história de uma divertida borboleta, as autoras pretendem estabelecer diálogo entre artes plásticas e texto verbal, facilitando a apresentação dos grandes artistas da humanidade aos pequenos leitores. A ponte se faz também por meio de outras ilustrações, inspiradas pelo quadro. O livro traz ainda atividades divertidas e enriquecedoras, que vão ajudar a criança a estar em contato desde cedo com o melhor da arte.